Palavra do Sintelmark - 2012

União do setor é a meta desta gestão

Nos últimos anos, o Sintelmark vem trabalhando pautas de interesse fundamental para o setor de Contact Center como a desoneração da folha de pagamento, incentivos fiscais e o estímulo a melhorias de políticas públicas, como a requalificação do ensino básico junto ao governo para a criação de profissionais cada vez mais preparados para os desafios do mercado de trabalho.

Todos estes esforços contaram com a participação do Sindicato nos seguintes assuntos:

JLS 3• Terceirização – Participamos de audiência pública em Brasília sobre o tema e estamos empenhados em firmar a importância da especialização de serviços;
• Teletrabalho – Em conjunto com demais entidades, o Sindicato está envolvido ativamente com propostas para a regulamentação da atividade, reconhecida pela Lei 12.551/2011, e com pesquisas sobre a viabilidade deste modelo que podem ampliar a quantidade e diversificar o perfil de operadores; e
• Agenda do governo – Diversos encontros estão sendo planejados com representantes nas esferas estadual e federal para ampliar propostas voltadas ao desenvolvimento do setor em São Paulo e no país.

Neste momento, estamos focados em garantir a união do setor de Contact Center, trabalhando em conjunto com o Sindicato Laboral, para assegurar o crescimento sustentável da atividade.

E, para esta gestão, também apoiaremos e buscaremos incentivos para os seguintes aspectos:

• Pequenos e médios empresários do contact center; e
• Inovação no setor.

Além destes tópicos, estamos abordando em nossas discussões todas as frentes de interesse dos empresários: jurídica, governamental, política, tecnológica, de gestão de pessoas, entre outras. Tudo para dar continuidade à expansão do setor.

Esperamos contar com a colaboração de todos para fazer uma gestão muito promissora para o mercado de Contact Center.

Lucas Mancini
Presidente do Sintelmark

Voltar